Fechar

Grande Oferta!! Toda linha de Computadores 10% off!!

Adquira já o seu e faça agora um upgrade na sua máquina!!


ACESSE AQUI https://senhorlivreiro.com.br/computadores

Senhor Livreiro © 2022 

Direito penal - Parte geral: crimes contra a pessoa - 5ª Edição | 2021
R$185,90
6x de R$34,30    
1x R$185,90 sem juros 2x R$92,95 sem juros
3x R$61,97 sem juros 4x R$50,00 com juros
5x R$40,58 com juros 6x R$34,30 com juros

À vista no boleto por apenas
R$184,04


Modelo:: Livro
Produto em estoque


Calcule o frete para sua região

Edição: 5ª Edição
Autor: Fernando Galvão
Acabamento: Brochura
ISBN: 9786555894257
Data de Publicação: 12/01/2021
Formato: 23 x 16 x 2.99 cm
Páginas: 598
Peso: 0.68kg


Sinopse

Iniciar a parte especial com um Título referente aos crimes contra a pessoa revela a ideologia liberal que inspirou a elaboração do Código de 1940 e demonstra a preocupação do legislador em conferir maior preponderância aos bens jurídicos individuais. A atual disposição dos títulos revela mudança no paradigma inicialmente utilizado por nossa legislação repressiva. O Código Criminal do Império do Brasil, que sofreu influências autoritárias das ordenações portuguesas, iniciava sua parte especial com dispositivos relativos à proteção ao Estado, definindo os crimes públicos e, após, a previsão para os crimes particulares. O Código Penal da República dos Estados Unidos do Brasil, de 1890, também manteve uma ordenação dos tipos que previa primeiramente a proteção à existência política da República, sua segurança interna e a boa ordem da administração pública, demonstrando especial consideração valorativa deferida aos crimes cometidos contra a coisa pública. O mesmo aconteceu com a Consolidação das Leis Penais, de 1932. O Código Penal de 1940, por sua vez, apresentou nova estruturação em seus dispositivos e colocou no primeiro Título a previsão legal para os crimes contra a pessoa, iniciando pelo Capítulo dos crimes contra a vida.
Nota: HTML não suportado.
Avaliação
Ruim Bom

Etiquetas: Direito Penal, Parte Especial, Crimes contra a pessoa, Referência, Direito