Fechar

Grande Oferta!! Toda linha de Computadores 10% off!!

Adquira já o seu e faça agora um upgrade na sua máquina!!


ACESSE AQUI https://senhorlivreiro.com.br/computadores

Senhor Livreiro © 2022 

-5%

Ferramentas estatísticas básicas do lean seis sigma integradas ao PDCA e DMAIC - 1ª Edição | 2014
R$153,00 R$145,35
5x de R$31,73    
1x R$145,35 sem juros 2x R$72,68 sem juros
3x R$48,45 sem juros 4x R$39,10 com juros
5x R$31,73 com juros

Marca:: GEN Atlas
Modelo:: Livro
Produto em estoque


Calcule o frete para sua região

Edição: 1ª Edição
Autor: Cristina Werkema
Acabamento: Brochura
ISBN: 9788535254334
Data de Publicação: 11/08/2014
Formato: 28 x 21 x 1.3 cm
Páginas: 312
Peso: 0.76kg


Sinopse

Para compreender a essência da obra, é preciso ter em mente os conceitos básicos sobre os elementos que estarão em abordagem: estatística e sistema Lean Seis. De acordo com a autora, a estatística é a ciência que lida com a coleta, o processamento e a disposição de dados (informação), atuando como ferramenta fundamental nos processos de solução de problemas. Assim, infere-se que um profissional em estatística poderá identificar com maior facilidade um problema em sua área de atuação, determinar os dados corretos para a análise, coletar esses dados e, assim, a partir das conclusões, determinar um plano de ação para a solução do problema detectado. Sobre o Lean Seis é importante salientar que este é um programa resultante da integração dos pontos favoráveis do Seis Sigma (estratégia disciplinada e quantitativa, cujo é ampliar performance e a lucratividade das empresas, por meio da melhoria da qualidade de produtos e processos e do aumento da satisfação de clientes e consumidores)  e do Lean Manufacturing (iniciativa que busca excluir o que não tem valor para o cliente e imprimir velocidade à empresa), sendo uma estratégia mais eficaz e adequada para a solução de todos os tipos de problemas relacionados à melhoria de processos e produtos. Com esses conceitos em mente, pode-se dizer que Inúmeras companhias perceberam que a venda de produtos de baixa qualidade (com defeitos ou confiabilidade reduzida) diminui a sua competitividade. Essas empresas também são conscientes de que a implantação de um programa para melhoria da qualidade pode eliminar desperdícios, reduzir os índices de produtos defeituosos fabricados, diminuir a necessidade da realização de inspeção e aumentar a satisfação dos clientes, fatores que implicam em um aumento da produtividade e da competitividade das empresas. Essa obra tem como objetivo aliar a importância da estatística na gestão de qualidade com o programa criado para a melhoria de processos da companhia.
Nota: HTML não suportado.
Avaliação
Ruim Bom

Etiquetas: gestão de negócios, administração de empresas, abertura de empresas, administração da produção, cadeia de suprimentos, logística, comércio exterior, administração pública, sfn, sistema financeiro nacional, direito dos empregados, custos e despesas, recursos humanos, gestão de pessoas, competências de liderança, organização empresarial, paradigmas da administração, administração moderna, modelo de negócios, ambiente organizacional, clima organizacional, recursos humanos, gerenciamento de pessoas, contabilidade gerencial, contabilidade de custos, empreendedorismo. chiavenato, Idalberto Chiavenato