Fechar


Grande Oferta!! Toda linha de Computadores 10% off!!

Adquira já o seu e faça agora um upgrade na sua máquina!!


ACESSE AQUI https://senhorlivreiro.com.br/computadores

Senhor Livreiro © 2022 

Pantaneira - Pantanal e rio Paraguai - 1ª Edição | 2020
R$59,70
1x de R$59,70    
1x R$59,70 sem juros

Modelo:: Livro
Produto em estoque


Calcule o frete para sua região

Edição: 1ª Edição
Autor: Ewaldo Schleder | Julio Covello (Fotografia)
Acabamento: Brochura
ISBN: 9786586526653
Ano de Publicação: 2020
Formato: 23 x 16 x 1.5 cm
Páginas: 160
Peso: 0.1kg


Sinopse

REPORTAGEM-POEMA De uma natureza atemporal “Meu quintal é maior do que o mundo. Sou um apanhador de desperdícios: Amo os restos” – Manoel de Barros A palavra Paraguai (Paragua-y) remete à vertente guarani, que também é língua oficial desse tão próximo e tão distante país vizinho. Assim como Asunción, Concepción, Encarnación, Vallemí – todas às margens do grande rio – trazem à memória os colonizadores espanhóis. Mas o Paraguai nação é mais. Tem gente que se impressiona com Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil, em Foz do Iguaçu. Lugar de intenso comércio de bugigangas e de novidades eletroeletrônicas, moda, esporte, utilidades, inutilidades também. Transeuntes locais formam a paisagem humana de origem árabe e chinesa, as predominantes. Isto além do mosaico das presenças guarani e de outras diversas procedências: ameríndios, brancos europeus, amarelos. Ali se negociam armas, drogas, escravas sexuais, órgãos humanos. A lei passa longe dali. Porém, o rio Paraguai que tratamos aqui é do outro lado do mapa. Dele nos separamos no porto de Asunción. Estuário que percorremos desde suas nascentes próximas a Cuiabá, em diferentes pegadas, de 1976 a 1984. Ewaldo Schleder Manifesto Pantanal Milhares de vidas de animais e plantas foram perdidas. Comunidades tradicionais tiveram que abandonar seus territórios. Não podemos permitir que a destruição de uma biodiversidade tão fundamental ao equilíbrio da vida continue desenfreada. Por isso, organizações da sociedade civil e artistas lançam o MANIFESTO #AJUDAPANTANAL. O futuro do bioma depende de cada um de nós. ajudapantanal.org.br Ouça também no site a canção Eu Quero Ver 
Nota: HTML não suportado.
Avaliação
Ruim Bom

Etiquetas: Pantaneira, Pantanal, Rio Paraguai, Ewaldo Schleder, Julio Covello